PRESIDENTE DO STF Cármen Lúcia disse que haverá guerra no Brasil.