FRANCISCO COMEMORA FIM DO PROTESTO E APÓIA O ISLÃ