Papa pede que luteranos e católicos reconheçam erros e peçam perdão