“Operação se baseia em troca de mensagens entre Geddel e Cunha”, diz Cristiana Lôbo