Angolano defende Bolsonaro e manda recado para esquerda